Relaxen 30 comp.

Relaxen30

Novo produto

Indicações Terapêuticas:

  • Modulador da arquitectura do sono
  • Actividade calmante e tranquilizante
  • Para manutenção do equilíbrio do sistema nervoso
  • Útil em casos de irritabilidade e ansiedade

Apresentação:
Embalagem com 30 comprimidos

Mais detalhes

2 Itens

Aviso: Últimos itens disponíveis!

6,59 €

Mais informação

Indicações Terapêuticas:
Os constituintes do RELAXEN® apresentam as seguintes propriedades e funções:

Lúpulo (Humulus lupulus): Os estróbilos do lúpulo, enquanto parte utilizada a nível terapêutico, são compostos por flavonóides (astragalina, caempferol, quercetina, quercitrina e rutina), chalcona (entre as quais, isoxantohumol e xantohumol), resina oleosa (princípios amargos, como a acilfloroglucidos, na resina suave e dura; a-ácidos, como a humulona, cohumulona, adhumulona, prehumulona, póshumulona; ß-ácidos, como a lupulona, colupulona e adlupulona), taninos e um óleo volátil. Este último é responsável pelo restabelecimento de um sono reparador devido às suas propriedades hipnóticas e sedativas.

Valeriana (Valeriana officinalis): A raiz de Valeriana está aprovada pela ESCOP no tratamento da ansiedade, insónia, irritabilidade e distúrbios do sono de origem nervosa. Assim, a raiz de valeriana contém duas substâncias de interesse farmacológico: os valepotriatos e os sesquiterpenos. Os valepotriatos reduzem a ansiedade com um efeito mais tranquilizante do que sedativo, já os sesquiterpenos, apresentam um efeito mais sedativo que ansiolítico. Os extractos de valeriana têm sido usados durante séculos para aliviar o nervosismo e a ansiedade através de um sítio de ligação específico sobre os receptores GABAA com afinidade para o ácido valerénico e para o valerenol, componentes comuns de valeriana.

Passiflora (Passiflora incarnata): As sias partes aéreas são usadas para propósitos sedativos, ansiolíticos e antiespasmódicos. A planta inteira tem sido usada na insónia, ansiedade e outros distúrbios do Sistema Nervoso Central, devido a ter na sua composição alcalóides e flavonóides (expressos em vitexina).
Os flavonóides são o principal grupo fitoquímico de constituintes da Passiflora incarnata. Estes incluem a apigenina, luteolina, quercetina, caempferol, vitexina, isovitexina, entre outros. Além dos flavonóides, contém vários alcalóides indólicos como a harmana, harmanina, harmalina e harmalo.

Composição:
Por 1 comprimido:
Lúpulo (contendo pelo menos 4% de rutósidos) - 150mg;
Passiflora - 150mg;
Valeriana (contendo pelo menos 0,6% de sesquiterpenos) - 150mg;
Biotina - 25ug (50% VRN*).

Por 4 comprimidos:
Lúpulo (contendo pelo menos 4% de rutósidos) - 600mg;
Passiflora - 600mg;
Valeriana (contendo pelo menos 0,6% de sesquiterpenos) - 600mg;
Biotina - 100ug (200% VRN*).

*VRN - Valor de Referência do Nutriente.

Ingredientes:
Valeriana officinalis L. (Valeriana; extrato da raiz contendo pelo menos 0,6% de sesquiterpenos), Passiflora incarnata (Passiflora, partes aéreas), Humulus lupulus (Lúpulo; extrato seco contendo pelo menos 4% de rutósidos), agente de volume: celulose microcristalina, antiaglomerante: estereato de magnésio, dióxido de silício, D-biotina.

Dosagem e Administração:
Durante o dia como calmante: 1 comprimido 2 vezes ao dia, de preferência antes das refeições.

À noite para um sono natural: 2 comprimidos antes de deitar.

Apresentação:
Embalagem com 30 comprimidos

Avisos:
Se sofre de alguma doença, está grávida ou em periodo de aleitamento, é alérgico a algum componente, ou tem alguma dúvida, consulte o seu técnico de Saúde antes de tomar qualquer tipo de suplemento alimentar.

Não deve exceder a dose recomendada.

Os suplementos Alimentares não são substitutos de um regime alimentar variado e adequado.

Manter fora do alcance das crianças.

Conservar em local seco, fresco e ao abrigo da luz.